Arthur Vinicius Flamengo

Arthur Vinícius foi o primeiro a ser velado (Foto: Reprodução)

LANCE!
09/02/2019
16:18
Rio de Janeiro (RJ)

O menino Arthur Vinícius foi o primeiro atleta a ser velado após o incêndio no alojamento da base do Flamengo no Ninho do Urubu, que deixou 10 mortos e três feridos. Ele faria 15 anos neste sábado e o sepultamento aconteceu em Volta Redonda, cidade natal do jogador. Andinho, tio do jovem e ex-jogador do Volta Redonda, falou sobre o sobrinho e o potencial que ele tinha.

- O Arthur era uma pessoa maravilhosa, menino promissor, com um caráter ótimo, respeitador, compreensivo. Um menino que só pensava em fazer o bem e ajudar. Ele foi para o Flamengo e continuou sendo a mesma pessoa de antes. Só tenho a falar coisas boas dele. Não é porque é meu sobrinho, mas era especial. Todos gostavam dele, tinha muitas amizades, se dava bem com todos. Como jogador, nós persistimos e corremos atrás para ele chegar onde chegou, tinha potencial para alcançar seu sonho, mas foi interrompido por uma tragédia - lamentou, em entrevista à "ESPN Brasil".

Arthur Vinícius estava no Flamengo há três anos. Ele morava com prima, tia e a mãe no bairro Volta Grande II. A família se organizava para viajar ao Rio de Janeiro para celebrar seu aniversário.

- É um sonho que milhares de brasileiros querem ter. Qual garoto não sonha em jogar no Flamengo? E ele conseguiu isso, sentiu na pele e no coração o que é jogar em um time frande. Falava sempre que ele era um escolhido por Deus pelo talento. Falava para aproveitar e focar a todo momento - disse, falando ainda sobre o apoio que a família recebeu. 

- Isso é bom demais. Independente de clube ou torcida, todos nos abraçaram e só temos a agradecer. A todos que estiveram aqui ou não puderam vir, mas estão em casa orando por nós e por ele. É só agradecer.